Na Beleza37, garantimos que os portes são gratuitos para todos os clientes caso a sua encomenda não seja enviada dentro de 48 horas. Além disso, não nos esquecemos do seu mimo especial!

A História das Unhas

Escrito em 05 de abril de 2024

A História das Unhas

A história das unhas e do seu embelezamento é rica e fascinante, remontando a milhares de anos atrás.

Antiguidade Chinesa e Egípcia:
Por volta de 3200 a.C., a realeza chinesa tingia as unhas com misturas naturais, como pétalas de flores, para se diferenciar dos demais.
No Egito, cores de unhas diferentes representavam diferentes classes sociais, com Cleópatra e Nefertiti usando tons de vermelho para simbolizar seu status.

Século XIV:
Na Dinastia Ming, as extensões de unhas eram um símbolo de status, indicando que a realeza não realizava trabalho manual.
Na Grécia do século XIX, conchas de pistache eram usadas como unhas artificiais. 

Século XX:
Antes dos anos 20, as unhas eram polidas ou coloridas com óleos naturais. Com o avanço da tecnologia de pintura de carros, as mulheres começaram a usar um tipo de verniz semelhante. A moda da unha meia-lua também surgiu nessa época. 

Evolução dos Salões e Produtos:
Os primeiros salões de manicure surgiram na Europa em 1892. No início do século XX, começou-se a usar um produto precursor do verniz moderno. 

Influência de Hollywood: Na década de 40, as estrelas de cinema, como Marilyn Monroe, popularizaram as unhas pintadas, especialmente as longas unhas vermelhas. 

A história das unhas é um reflexo das mudanças culturais e dos avanços tecnológicos ao longo dos tempos. Desde símbolos de status até expressões de individualidade e moda, as unhas continuam a ser uma importante forma de autoexpressão.